terça-feira, 26 de maio de 2009

Do temperamento dos touros de corrida.

7 comentários:

Chapa disse...

olé!

Selena Sartorelo disse...

Toro matreiro
Que observa o toureiro
Uma investida apenas
E esvazia o picadeiro

Toro da cor do manto
Que em seu reflexo
é o atacar
Nunca então em frente
ao espelho
você poderá ficar.

Poesia em rimas ingênuas
Tua imagem faz inspirar
Nos olhos da tua pláteia
A morte é teu resultar.

Passado o dia de glória
Teu feito é esquecido
Lembrado somento o homem
por se golpe proferido.

Pensou ser a atração
Foi burro como a ovelha
Você era apenas
a arma da brincadeira.

Sérgio Aires disse...

"Não importa Sol ou Sombra..."

Camarandante disse...

Cuidado Cazador!!

Debes guardar una distancia prudencial con las bestias, no te acerques tanto!

Excelente captura!

Abrazo

Álex disse...

este está embestado e vai investir, cuidem-se as crianças no lombo! ou será da picanha ?!!

CybeRider disse...

Se é de corrida onde é que está o número na porta? Tá bem que é vermelho Ferrari, mas também não exageremos!

(Confessa... Escapaste-te dele com umas Verónicas... certo?)

Eduardo P.L disse...

Grande imagem!