segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Gallus gallus indiscretus oliponensis

8 comentários:

Gabiprog disse...

Todo corazón!!

Chapa disse...

Um galo arrogante, mesmo só está de costas para a imagem.

Camarandante disse...

Este gallo es puro corazón!!

luisM disse...

Ena pá, um galo mecânico iniciático com coração de boi!

Deves ter visto isso no acervo artístico que vai dar origem ao futuro museu de arte local.

Elegante peça em baixo-relevo, expressiva, com linhas de um dinamismo suave, mas determinado. Ritmo enérgico e rico em opções semânticas. Equilíbrio bem definido pelo elemento central, que estrutura toda o conjunto. Cores ocres e ferruginosas da terra, terra-mãe, a energia telúrica controlada por linhas orgânicas e vegetalistas.

Um objecto que alia a tradição das artes menores com uma estética moderna e arrojada!

Irá ser plantada numa praça, em maior escala está claro, inaugurada em acto público solene, a que não faltará a ministra da cultura e o cardeal patriarca.

Vale um dinheirão...

(foste tu que fizeste na universidade sénior?)

jugioli disse...

....da era di metaliccus!!!!

Quase Blog da Li disse...

Um "Galo com ..."
:)
Amo os galos,
adoro as reticências...

cristina disse...

fala-se que é um galo "pu(l)sante" (não fosse a complicação da língua portuguesa e seria uma grande verdade...)

Nirvana disse...

O título gallus gallus quase me impedia de ver esta magnífica criatura. Detesto, tenho autêntico horror a tudo que tenha penas. Mas este cativou-me. Galo-coração. Gostei.